XVII- A estrela

22 de mai de 2009
















E ainda assim há uma esperança! Às vezes ela parece tão tola, e às vezes parece tão bela. Sempre aparecendo em pontos estratégicos, uma verdadeira amiga, fiel, companheira. Deixe-se levar, sofrido andarilho. A mão da esperança é doce, suas palavras sempre são de encorajamento. Você já a abandonou diversas vezes e ela sempre retorna para te guiar. Repare como ela tem olhos misteriosos, é como se conhecesse um segredo.

O ARCANO MAIOR (OU OS TRUNFOS)

0 comentário(s):