Reflexão em dó menor

16 de mai de 2008













Por mais que eu ganhe
Por mais que eu tenha
Por mais
Mais e mais carente estou.

ninguém me completa
nada me sustenta
nenhuma crença me alimenta.

Por mais que eu escreva
Tenho mais a escrever
Por mais que eu leia
Tenho mais a ler.

é um vazio vazio
cheio de nada
sem alma

1 comentário(s):

Ariane Rodrigues disse...

Essa também é a minha verdade: incompletude da alma, insuficiência da vida...Belíssimo poema!