Inutilidades

29 de nov de 2010












Não quero escrever sobre a poesia
e nem sobre o amor
Não quero escrever sobre a alegria
e nem sobre a dor
Não quero escrever palavras
nem letras
Não quero escrever frases
nem sentenças
Não quero escrever sobre mim
e nem sobre ninguém
Não quero escrever sobre a morte
nem sobre a vida também
Não quero escrever sobre o passado
Não quero escrever sobre o imprevisível
Não quero prosa, não quero fatos
Não quero o dito nem o indizível
Não quero escrever sobre o tudo
nem sobre o nada
Não quero sentido
e nem sentir
Não quero não querer
e nem escrever
Isto que escrevi.

0 comentário(s):