17 de mar de 2009













Dentro de instantes, virarei o meu rosto
para aquele outro lado que há para ir.
Dentro de instantes, me calarei.
E o sonho será este ou aquele que deixei partir?

Ingratidão

4 de mar de 2009












Musa ingrata, o que lhe peço é tão pouco:
Somente o gosto de fazer-te bela.
Não peço rimas nem estrofes cultas,
Meu culto é apenas a palavra certa.

Mas o meu ritmo sempre é traído
pelos meus versos tortos que me doem.
Meu esforço já nasce sempre falido,
E os poemas nascidos jamais se constroem.

Juízes 19

2 de mar de 2009










..me sinto despedaçada a alma parece não ser mais parte de mim uma dor de profunda desilusão por ele ter entregado o meu corpo pela salvação do seu corpo procurei gritar por salvação estendendo as mãos aos céus sem forças para lutar pela vida possuída por algozes destroçados no espírito os sentimentos pisados por alguém que não tem importância a honra que não seja a nossa honra envergonhada é a casca do nosso corpo violado e sem vida pelo estupro vergonhoso do corpo e da mente são os desejos e o medo dos covardes é o desejo e a infâmia dos que temem e fingem não ouvir os gritos de quem estende as mãos por salvação na poeira do chão ensanguentado pelos pedaços de dignidade perdida sem direito ao direito de não ser entregue aos homens pela honra dos homens eu sinto a dor de ser dos homens a minha vida estendendo as mãos de sangue e lágrimas de desilusão profunda pela dor de não ser mais parte de mim se sente despedaçada me sinto..