Hímen

10 de jul de 2008
















Eu já me livrara disto antes de crescer.
Minha santa hóstia consagrada sem sabor.
Eras complacente, persistente até o fim.
Mas como lutar contra o conhecimento
tão compenetrado e agora penetrado em mim?
Sinto-o concentrado em minhas entranhas,
nas profundezas do meu ser, antes imaculado,
me enchendo de sensações estranhas.
Oh, minha inocência. Sou mulher antes do tempo
e agora gozo sensações proibidas.
Minha película de ilusões...rompida.
Possuída pelo bem e pelo mal.
E ainda dói.