IX- O eremita

14 de mai de 2009

















Não é mais um passeio, é uma peregrinação. Há um propósito para cada passo, não é apenas o ato de caminhar. Seu olhar é sério como se a vida também fosse. Ele precisa conhecer as casas onde mora o seu destino, percorrê-las uma a uma. É uma peregrinação. Ele é um transeunte em sua própria existência. E do outro lado da estrada, há alguém o esperando, alguém que ele quer conhecer. Mas para isso é necessário sujar os pés com o pó do caminho.

O ARCANO MAIOR (OU OS TRUNFOS)

0 comentário(s):