I- O mago

5 de mai de 2009
















Ele olha para suas mãos que criam. Ele admira-se com sua própria sabedoria. Ele quer a razão, mas precisa do misticismo. A magia de poder adorar a própria criação. Às vezes ele não consegue. Enganar-se é fácil, mas sua mente rebelde o desafia a pensar sobre o que ele já havia esquecido: Deus foi criado à sua imagem e semelhança.

O ARCANO MAIOR (OU OS TRUNFOS)

2 comentário(s):

Ariane Rodrigues disse...

...e de mago também.

Me parece que aí vem outra série. Muitos arcanos por vir. Oba!!!

Wesley Viana disse...

Entre vários significados possíveis e subjetivos do tarô, "o mago" me chamou a atenção por ser o arcano da mística e do impulso criador, é um arcano contraditório: o desejo da razão e a necessidade do místico.